Xiaomi começa a vender três novos celulares no Brasil sem anúncio

As fabricantes parecem ter se cansado de fazer eventos pomposos de lançamento no Brasil. Depois de a Motorola ter colocado dois novos smartphones à venda de maneira discreta em fevereiro, agora foi a vez de a Xiaomi começar a vender três novos modelos no país sem nenhum aviso: uma edição especial do Redmi Note 10 Pro, o Redmi 9T e o POCO M3.

Não é que realmente exista uma necessidade de fazer eventos à imprensa — online, nos tempos de pandemia — para cada modelo disponibilizado no país. Realmente, há lançamentos que não precisam de apresentação. A questão é que esses aparelhos simplesmente foram postos à venda sem nem mesmo um aviso aos veículos especializados. A Xiaomi fez apenas algumas publicações nas redes sociais para avisar ao público.

Seja como for, conheça o Redmi Note 10 Pro Edição Especial, Redmi 9T e POCO M3 abaixo, com as publicações sobre o início das vendas feitas no Twitter oficial (que você também pode começar a acompanhar para saber tudo sobre a Xiaomi no Brasil).

Redmi 9T: intermediário com quatro câmeras

  • TelaIPS LCD 6,5" Full HD
  • PlataformaSnapdragon 662
  • RAM/Armazenamento464 GB, 4/128 GB
  • Dimensões e peso162,3 x 77,3 x 9,6 mm, 198 g
  • Bateria6.000 mAh
  • Câmera48 MP + 8 MP + 2 MP + 2 MP
  • Selfie8 MP

O Remi 9T é uma espécie de atualização de meia-geração do Redmi 9, com câmeras mais poderosas e a troca de um chipset da MediaTek por um da Qualcomm, além de bateria maior. A tela é a mesma IPS LCD de 6,53 polegadas com resolução Full HD (1080 x 2340 pixels) e brilho máximo de até 400 nits, e o leitor de impressão digital também fica na lateral, junto ao botão de energia.

A plataforma Snapdragon 662 incluída traz um processador de oito núcleos Kryo 260 e atinge velocidade máxima de 2,0 GHz, equivalente ao Helio G80 do Redmi 9. Veio para o Brasil a variante com 4 GB de memória RAM e 128 GB de armazenamento interno, expansível com cartão microSD. O Redmi 9T ainda tem bateria de 6.000 mAh com recarga de 18 W, e o conjunto de câmeras traseira tem quatro sensores, sendo principal de 48 MP, ultra wide de 8 MP, macro de 2 MP e profundidade de 2 MP, e as selfies são registradas com câmera de 8 MP.

Preço e disponibilidade

A Xiaomi colocou o aparelho à venda nas cores verde ou azul por R$ 2.000 parceláveis em até 12 vezes, com desconto de 8% à vista, totalizando R$ 1.840. Já é possível encontrar este modelo bem mais barato com importadores na Amazon e lojas da B2W, e logo deve aparecer a versão com selo da Anatel em lojas do varejo nacional. Lembrando que, ao comprar de importadores, você abre mão da garantia de 12 meses da Xiaomi Brasil.

Xiaomi Redmi 9T 4GB + 64GB LTE Versão Global (Carbon Gray)
R$ 1.152,90
disponível
4 novo(s) a partir de R$ 1.140,00
em 23/12/2022 | 21:30 | 21:30
Amazon.com.br
Xiaomi Redmi 9T 4GB + 128GB LTE Versão Global (Carbon Gray)
R$ 1.307,40
disponível
5 novo(s) a partir de R$ 1.305,00
em 23/12/2022 | 21:30 | 21:30
Amazon.com.br
Xiaomi Redmi 9T 6GB+128GB LTE (Ocean Green)
R$ 1.399,90
disponível
4 novo(s) a partir de R$ 1.399,90
em 23/12/2022 | 21:30 | 21:30
Amazon.com.br

POCO M3: um Redmi 9T com menos câmeras

  • TelaIPS LCD 6,5" Full HD
  • PlataformaSnapdragon 662
  • RAM/Armazenamento4/128 GB
  • Dimensões e peso198 g
  • Bateria6.000 mAh
  • Câmera48 MP + 2 MP + 2 MP
  • Selfie8 MP

O POCO M3 tem tela e hardware parecidos com o Redmi 9T, mas traz menos câmeras na parte traseira e visual diferenciado, por um preço menor. Para ficar claro: esta pode ser uma opção para quem gostou do outro modelo e não faz questão de uma câmera ultra wide, e teoricamente economizar alguns trocados no processo.

A tela é a mesma IPS LCD de 6,53 polegadas com resolução Full HD (1080 x 2340 pixels) e brilho máximo de até 400 nits, e o leitor de impressão digital também fica na lateral, junto ao botão de energia. Ele também vem com a plataforma Snapdragon 662, com um processador de oito núcleos Kryo 260 e atinge velocidade máxima de 2,0 GHz, e tem 4 GB de memória RAM e 128 GB de armazenamento interno, expansível com cartão microSD.

E aí muda um pouco o conjunto de câmeras traseira, que tem três sensores, sendo principal de 48 MP, macro de 2 MP e profundidade de 2 MP, e as selfies são registradas com câmera de 8 MP. A bateria também tem 6.000 mAh com recarga de 18 W.

Preço e disponibilidade

O POCO M3 chegou oficialmente ao Brasil apenas na cor azul, por R$ 2.200 parceláveis em até 12 vezes, com desconto de 8% à vista, totalizando R$ 2.024. Como você pode notar, a Xiaomi Brasil colocou um preço maior no modelo que tem recurso a menos (a câmera ultra wide), o que não faz nenhum sentido. Ambos os modelos são idênticos em especificações e até conectividade, com 4G, Wi-Fi dual-band e sem NFC, além de oferecerem o infravermelho.

Também já é possível encontrar este modelo bem mais barato com importadores na Amazon e lojas da B2W, e logo deve aparecer a versão com selo da Anatel em lojas do varejo nacional. Lembrando que, ao comprar de importadores, você abre mão da garantia de 12 meses da Xiaomi Brasil.

Redmi Note 10 Pro: o mais potente da linha queridinha do brasileiro

  • TelaAMOLED 6,67" FHD
  • PlataformaSnapdragon 732G
  • RAM/Armazenamento8/128 GB
  • Dimensões e peso164 x 76,5 x 8,1 mm, 193 g
  • Bateria5.020 mAh
  • Câmera108 MP + 8 MP + 5 MP + 2 MP
  • Selfie16 MP

A linha Redmi Note é o que podemos chamar de “Moto G da Xiaomi”, pois é a linha que, além de oferecer dispositivos semelhantes em especificação, também se tornou uma queridinha dos brasileiros. O Redmi Note 10 Pro é o modelo mais potente da série 2021, ao menos até agora, e já está disponível oficialmente no Brasil em uma edição limitada do Mi Fan Festival.

A tela neste modelo é uma Super AMOLED de 6,67 polegadas com resolução Full HD (1080 x 2400 pixels), taxa de atualização de 120 Hz, HDR10 e brilho máximo de até 450 nits. O leitor de impressão digital também fica na lateral, junto ao botão de energia. O Redmi Note 10 Pro vem com a plataforma Snapdragon 735G, com um processador de oito núcleos Kryo 470 e atinge velocidade máxima de 2,3 GHz, e o celular tem 8 GB de memória RAM e 128 GB de armazenamento interno, expansível com cartão microSD.

O conjunto traseiro de câmeras tem quatro sensores, sendo principal de 108 MP, um ultra wide de 8 MP, um macro de 5 MP e profundidade de 2 MP, e as selfies são registradas com câmera de 16 MP. A bateria tem capacidade de 5.020 mAh e o carregador tem 33 W de potência.

Preço e disponibilidade

A edição especial na cor bronze está disponível no site da Xiaomi por R$ 3.500 parceláveis em até 12 vezes, com desconto de 8% à vista, totalizando R$ 3.220. Você já consegue encontrar a versão tradicional do Redmi Note 10 Pro com preço bem mais barato com importadores na Amazon e lojas da B2W, e logo deve aparecer a versão com selo da Anatel em lojas do varejo nacional. Lembrando que, ao comprar de importadores, você abre mão da garantia de 12 meses da Xiaomi Brasil.